Cuesta Cola

Nome: Cuesta Cola

Sabor: Ferrugem (ops, Cola)

Recipiente: 2,00L Pet

Fabricante: Compania Nacional de Bebidas Nobres (Antiga Cervejaria Belco) 

Local: São Manuel, São Paulo

Preço Pago: R$ 2,40

Resenha: Seguindo a nossa mais nova linha de posts ruins e sem graças, inicio outra sessão de masoquismo estomacal. Sério, as indústrias de refrigerantes desconhecidas daqui do Brasil fazem produtos tão medíocres, que dá até vontade de parar de escrever aqui e ir fazer algo que preste, como trabalhar. Pena que a vontade passa na maioria das vezes. Denegrir o medíocre é uma tarefa árdua. Me pergunto se ainda me encontrarei com uma surpresa boa. Se bem que tivemos o Guaraná Pon Chic, que apesar de ser uma boa surpresa para o blog, não contou com o glamour das minhas papilas degustativas.

Era um biquíni de bolinha amarelinho tão pequenininho, mal cabia na Ana Maria.

Gostaria de agradecer ao colaborador e vizinho de escritório Tiago Cruz, que veio com esse lixo podre. Não falo por falar, esse refrigerante, apesar de ser medíocre e sem graça, conseguiu me deixar empanturrado com apenas 2 copos. Quando o mancebo Tiago apareceu com esse refrigerante na sacola, minha reação foi rir. “Cuesta Cola“? Comecei a imaginar o motivo do produto possuir esse nome curioso, mas a garrafa em formato fálico me roubava toda a atenção. Fui pra casa, cumpri o ritual de sempre: ameacei de morte minha família, caso eles tomassem o refrigerante, porém duvido muito que alguém daqui se aventure em beber lixo.

Enter... the gallery... of SUICIDE! /nowlistening to Cannibal Corpse

Após colocar esse estrume para gelar, a curiosidade bateu e resolvi tomá-lo. Para minha  agradável surpresa, o aroma sentido de dentro da garrafa era de Pepsi. Quando tomei, o gosto de ferrugem veio forte, amarrando a boca, ferrando meu estômago e causando-me uma profunda decepção. As coisas estavam desagradáveis, mas não me senti enganado. Liguei para o Guilherme e pedi para que ele viesse tirar algumas gravuras desse péssimo experimento industrial, já que minha habilidade fotográfica é simplesmente sofrível.

Sério, as fotos que eu tirei ficaram muito ruins. Ainda bem que o Guilherme Abelha veio ao meu resgate. HOO-RAY.

Será que se eu tacar na parede explode?

Quando chegou, o jovem magrelo apenas confirmou o que eu já tinha concluído: Cuesta Cola é de uma terribilidade absurda. Tão absurda que não causa espanto. A mediocridade se enfatiza com a indiferença. Ficamos sem assunto, procurando buscar adjetivos para denegrir esse lixo tóxico, mas as palavras nos faltavam. Repito: denegrir o medíocre é uma tarefa difícil. Tente denegrir a cidade de Mirassol, por exemplo. Ou a cidade de Jaci. Ou Bálsamo. Ou todo esse Noroeste Paulista de fezes. Ok, aqui é calor, chato e cheio de buracos no asfalto. Mas fora isso, aponte um defeito grave ou uma qualidade excelente. É como me senti quando tomei este refrigerante. Sem contar que a flexibilidade da embalagem é uma coisa de outro mundo. É como se fosse estourar a qualquer momento, como uma bomba relógio.

Sério?

Gosto de Pepsi enferrujada, falta de identidade, embalagem fraca e mal-estar. Este post é sem graça porque o refrigerante é sem graça. Ironicamente, está escrito “Pura Diversão” no rótulo do produto. É como se esse refrigerante quisesse que tirássemos sarro dele. Bom, se o objetivo do mesmo era entreter, ele falhou miseravelmente, porque dos 7 dias que essa porcaria ficou na minha geladeira (e olha que eu tentei acabar com ele para não jogar fora), nenhum deles me trouxe a mínima alegria.

ANÁLISE

Sabor: 5 (Pepsi com gosto de ferrugem)

Mata a sede: 4 (Empanturra e enjoa)

Popularidade: 5 (Ninguém que conheço já ouviu falar dele, mas é da antiga Belco)

Embalagem: 5 (Rótulo bem desenhado, mas a qualidade da garrafa é sofrível)

Bônus: -0,5 (Sério mesmo que tá escrito “Pura Diversão na tampinha? Com qual finalidade colocaram isso?)

Preço: 7 (2,40)

Nota geral: 4,5

“Medíocre até de cuestas”

About these ads

7 comments on “Cuesta Cola

  1. Nat Neves diz:

    As bolinhas vermelhas na tampinha parecem sangue respingado! *-*

  2. Jailson diz:

    Amo o blog. bjs

  3. Tomio diz:

    Fiquei curioso pela embalagem. De repente o “pura diversão” é por ela.

    Enfim, excelente resenha.

  4. Adolfo diz:

    “a garrafa em formato fálico me roubava toda a atenção”. Imagino que outro tipo de ´teste´ voces nao fizeram para ter a anunciada ´pura diversao´ né? kkkk

  5. Caraca brother!! Eu já tinha tomado Cuesta Cola na vida e eu e todos que tomamos fazemos piada dela até hoje! Eu também tenho curiosidade mórbida pelos refrigerantes bizarros e volta e meia já provei com meus amigos algums coisas bizonhas!!! Laranja Onda, Aruba Cola!! CARALHO O Aruba Cola era ainda pior que o Cuesta Cola!!

  6. Leonardo Silvério Marroni diz:

    “Cuesta” Cola é pq a Serra de Botucatu (São Manuel é do lado de Botucatu) é chamada de Serra da Cuesta. É meio que motivo de orgulho regional, mais bizarro do que o refrigerante em si.

  7. Rodrigo diz:

    Já tomei Cuesta Cola, posso afirmar que é melhor que a grande maioria dos refrigerantes cola que existem por aí, é parecido com a Pepsi, mas a Coca-Cola é insuperável, acho que deve ser muito difícil fazer esse tipo de refrigerante, eu prefiro refri de guaraná.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s